quinta-feira, 22 de junho de 2017

Dica de Anime - Tanaka-kun wa Itsumo Kedaruge

Se o que você busca para assistir é um anime tão sobre cotidiano que beira o nonsense, este anime é para você.


Tanaka-kun wa Itsumo Kedaruge fala simplesmente sobre o Tanaka-kun, um garoto do colegial em busca de economizar sua energia física a qualquer custo, e seu relacionamento com os colegas da escola.


Parece vago, porque é. MAS, é um ótimo anime para aqueles dias de preguiça, e que vão te render muitas risadas.


Em sua incansável busca por economizar sua própria energia ele acaba entrando em situações muito engraçadas, e por mais que ele tente estar sozinho (exceto pela presença de seu fiel escudeiro Oota-kun) na maior parte do tempo para não gastar energia conversando, ele atrai ainda mais amigos para perto dele.


Além do traço delicado e fofo da animação, que trazem um ar bem preguiçoso e confortável pra série, a obra conta com uma trilha sonora charmosa que combina perfeitamente com o clima de todo o anime.


A harmonização perfeita para este anime é dias frios, cama com edredom, chá verde quentinho, uma boa porção de nikuman e bolo de caneca de chocolate com coberturinha de brigadeiro.

Mata ne. o/

Você encontra Tanaka-kun wa Itsumo Kedaruge
Para download aqui.

domingo, 11 de junho de 2017

8 Dicas de Animes para Ver com o Koibito


Dia dos namorados está aí e você ainda está sem saber pra onde levar o boy, ou a girl?
Que tal ficar em casa e assistir um bom filme, ou quem sabe, um anime bem bacana?
Hatsuki-san, meu koibito (koibito é uma palavra sem gênero então serve pra você danshi, ou pra vc joshi) não gosta dos mesmos gêneros que eu. Que eu faço?


Bem então há duas opções:
1 - Você abre mão e assiste o gênero que o seu (a) parceiro (a) prefere.
2 - Vocês passam o dia vendo TV e intercalando os gêneros, um que você gosta, outro que ele/ela gosta.


Hatsuki-san, eu não tenho nenhuma ideia de títulos do gênero que meu Koibito gosta. >o<
Então calma, busque um papel e uma caneta e anota aí, eu vou lançar aqui 4 animes para ver com ele e 4 para ver come ela. Não entendam errado, eu não estou estereotipando que garotas e garotos só assistem um gênero, ou outro, é só que na maioria das vezes meninas preferem romance e meninos ação, MAS NÃO É REGRA, ok?!


Então aí vai...
4 animes para ver com "ELA":

Usagi Drop


Mais que um romance, este anime é uma fofura só. Ele não fala de amor entre um rapaz e uma moça, mas sim do amor que você adquire ao "ter" um filho.
No caso de Usagi Drop, Kawachi Daikichi é um solteirão de 30 anos que acaba "adotando" a filha ilegítima de seu falecido avô. O anime se desenvolve junto com a relação de Daikichi e Rin e mostra o estreitamento dos laços entre os dois, com muito humor e momentos para se guardar, e muito a se pensar quando o assunto é cuidar e criar uma criança.
Esta obra merece um post só pra ela mas a nível de curiosidade, este anime harmoniza perfeitamente com chá gelado, salgadinho frito e torta de limão.

Chobits


Com certeza este é um anime bem democrático, mesclando romance e tecnologia, além de ser um grande clássico. 
Chobits conta a história de Motosuwa Hideki, um jovem do interior que se muda para Tokyo a fim de tentar entrar em uma faculdade. Chegando na cidade grande ele conhece os persocom, robôs que se diferenciam de pessoas normais apenas pelas orelhas. Uma noite voltando de um konbini (loja de conveniência) ele encontra uma linda persocom no lixo e então decide levá-la para casa. Depois de ligá-la ele descobre que a única coisa que ela faz é dizer "Chii", então esse é o nome que ele dá para ela.
Com muitas confusões ele conta com a ajuda de seu amigo do cursinho (e vizinho) Shinbo Hiromu, e da zeladora do prédio para lidar e ensinar Chii como "agir" em sociedade, sendo um persocom.
Esse anime rende muitas risadas, mesmo tendo uma história mais profunda e séria. É um anime bem fofinho também. A harmonização perfeita com toda certeza é nikuman, suco de framboesa e mousse de morango.

Hyouka


Romance adolescente? Sim. Mas calma, em Hyouka os "dramas" da adolescência são abordados de uma forma não tão dramática. Além disso o romance se mescla em leves investigações sobre os "mistérios" do cotidiano, ficando no segundo plano.
Oreki Houtarou é um aluno do primeiro ano do ensino médio que preza por conservar sua energia, mas é obrigado por sua irmã mais velha a não deixar que o grupo de literatura (o qual ela fazia parte na época do colégio) fechasse por falta de membros, ele preenche o formulário para ingressar no clube como o único membro, mas ao chegar na sala do clube Houtarou conhece Chitanda Eru, uma "donzela" do mesmo ano que ele, e ela está ingressando no mesmo clube que ele.
Chitanda é uma garota muito curiosa e vive trazendo mistérios para Houtaro, que é um garoto muito perspicaz, resolver. Assim eles acabam indo de encontro com um dos mistérios mais importantes da história, e este está ligado com a infância de Chitanda.
Esse anime com certeza harmoniza com chá verde gelado, takoyaki, mousse de maracujá e muita fofura.

Shigatsu wa Kimi no Uso


Já falei deste anime aqui, mas não cheguei a me aprofundar na história ou mesmo falar sobre o que ele realmente fala. 
Sendo um pouco repetitiva, o anime  tem  uma profundidade de personagens bem marcantes, conta também com um enredo bem construído e fofo. 
Conta a história de Arima Kousei, um pianista prodígio desde a infância, mas que aos 11 anos não conseguiu mais tocar por causa de um trauma. No entanto a vida de Kousei sofre uma mudança repentina ao conhecer Miyazono Kaori, uma violinista da mesma idade que Kousei. O anime também fala do amor adolescente, e da "primavera de nossas vidas" que só acontece uma vez.
E bem como eu já havia dito, a harmonização perfeita deste anime é, com certeza, chá branco, tortinha de morango e uma pitada de desespero.

4 animes para ver com "ELE":

Brave 10


Brave 10 é um anime relativamente curto, mas ele é definitivamente muito interessante.
Conta a história de Kirigakure Saizou e sua busca pela verdade sobre sua própria vida, seu encontro com uma garota em apuros chamada Isanami, e a busca do senhor feudal de Ueda, Sanada Yukimura, por dez bravos guerreiros, com habilidades excepcionais para seu propósito maior.
Falando assim o anime parece muito raso, mas cada um dos personagens tem grande profundidade (apesar de não ser amplamente explorada já que o anime tem apenas 12 episódios), e o foco principal da história são os laços que Saizou e Isanami criam entre si.
Isso tudo sem falar da arte que é muito bonita e das lutas bem elaboradas.
Harmoniza muito bem com pipoca com queijo, suco de uva verde, e mochi de chá verde.

The Slayers


Para aqueles amantes de um bom e velho RPG, mais especificamente o sistema de D&D este é o anime perfeito. Conta a história da grande e terrível (nem tão terrível assim) maga Lina Inverse e suas aventuras ao lado de seu grupo de aventureiros que aumenta a cada campanha.
Além dos esteriótipo típicos de D&D, para aqueles quem jogam, jogaram ou pretendem jogar, os elementos básicos estão todos ali, tudo com muito humor. Os alinhamentos de personagem são muito presentes e fáceis de identificar, e a obra serve bem como uma pequena base de estudos para os interessados no tema.
Harmoniza plenamente com dias quentes, batata frita, refrigerante bem gelado e sorvete de creme.   


Psicho-pass


Em uma linha mais investigativa e reflexiva, este anime vai te fazer questionar um pouco a questão de justiça e vingança, e fará que você duvide das suas definições de certo e errado. Eu mesma me peguei várias vezes me afrontando sobre o que acho certo e errado.
A história se passa em um mundo onde os julgamentos são dados por um sistema que analisa o estado mental das pessoas e as categoriza como potenciais criminosos ou não, chamado "Sybil". Os encarregados por tirarem esse indivíduos potencialmente perigosos da rua são as forças policiais e como auxílio em suas investigações usam um grupo de prisioneiros "especiais", chamados Executores, para ajudá-los. Eles utilizam uma arma especial, chamado de Dominators, ou "Os olhos da Sibila", que é capaz de executar o julgamento instantaneamente, medindo o psycho pass do suspeito. E dentro de todo este sistema está Akane Tsunemori uma policial que acaba de ser transferida para essa divisão, que não acredita que existam pessoas irrecperáveis. Ao lado de seu parceiro, o executor Kogami Shinya, ela passa a seguir um sujeito que pode ser um furo e uma grande ameaça no sistema Sybil.
Harmoniza com dias de outono e noites frescas, uma grande tigela de ramen, chá verde e imagawayaki com recheio de manju.

One Punch Man


Este COM TODA CERTEZA entrou para a lista dos meus favoritos, havia muito tempo que eu não vibrava com um shounen/seinen. One Punch conta a história de Saitama, um desempregado que, após um evento em sua vida, decide se tornar um super herói por hobby e acaba ficando tão forte que consegue resolver qualquer questão, qualquer ameaça, qualquer embate com um único soco, seu problema está em não ter nada dentro de sua cabeça careca. Ele é muito forte, porém extremamente avoado e simplista, por isso mesmo com atos heroicos ele não é bem visto pelo povo, e é ignorado pelos heróis de ranking mais alto, exceto por seu discípulo Gennos, que o venera.
Geralmente os protagonistas são apresentados como fracos, que não valem uma bolacha de água e sal molhada, e vão evoluindo de acordo com o andamento da história. Não espere ver isso com Saitama... Eu não li o mangá ainda, mas no anime ele ainda não usou toda sua força e já fez grandes estragos, na cidade e nos inimigos.
Harmoniza com dias preguiçosos, pipóca com manteiga e salgadinhos, suco de melão gelado e Pocky de chocolate.

Lembrando que você deve conhecer seu koibito melhor do que ninguém, então se a sua amada prefere Ação e seu amado prefere Romance, você pode apenas trocar os nomes das listas, de acordo com a sua necessidade. ;D

Agora vá lá, arrume o lugar onde vocês vão passar o dia "degustando" essas obras e...
Feliz Dia dos Namorados!


Mata ne! o/

quinta-feira, 27 de abril de 2017

Drops - Mangá é Melhor que Anime?

Vem cá, conta aqui pra Hatsuki, você também já ficou empolgado quando viu anunciarem a adaptação daquele seu mangá favorito para animação, e acabou frustrado com o resultado.
Comigo acontece bastante!


Raras as vezes em que o contrário acontece, e foi pensando nisso que escrevi este drops. Vem ver três vezes que o mangá superou DRASTICAMENTE o anime.


1 - Chrno Crusade


Em geral a história do anime e do mangá são próximas, mas definitivamente não são iguais. O mangá é muito mais profundo e o final... Ah! O final de Crhno Crusade... O final do anime é emocionante, e já assisti umas 3 vezes, mas o final do mangá, o final do mangá não dá pra ler mais de uma vez sem chorar em todas elas.


Além de muito  mais legal e impactante que o do anime, o final do mangá te traz aquele sabor doce de torta de morango em um dia de calor.
A trilha sonora do anime é muito boa e vale a pena ouvir!


2 - Blade Lâmina do Imortal.


O principal ponto que difere este anime de seu mangá predecessor é a quantidade de episódios adaptados e a quantidade de história no mangá. O anime conta com 13 episódios e o mangá, em sua primeira edição pela falecida Conrad, conta com 38 fascículos e a história continua incompleta. A história é sobre um rounin que se torna imortal, e que ajuda uma garota em busca de vingança por sua família. Parece só mais um entre tantos com a mesma premissa, mas Manji e Rin amadurecem juntos no mangá e a história evolui para algo mais interessante e sombrio.


No anine não temos a chance de ver esse amadurecimento das personagens e a história fica exatamente como parece, superficial.
Mas há algo que ambos se equiparam, a história está imcompleta. Em 2016 a JBC voltou a publicar a obra no Brasil, em edições especiais e maiores. Como não pude ler esta nova edição (ainda) não posso informar se há um final.
Mas a obra inteira tem gosto de batata frita com refrigerante de maçã verde.


3 - Samurai X


Esta obra é uma queridinha para muuuita gente, mesmo para as pessoas que não estão acostumadas a assistir animes, como eu e vocês que acompanham as postagens desse blog. De tão querida esta obra merece um Anime Nostálgico só dela, mas por hora vamos falar do porque essa obra é melhor impressa do que animada.
Na verdade o anime é bem adaptado perto de algumas outras adaptações por aí, mas a atmosfera no mangá é muito mais pesada que no anime, mesmo com todos os alívios cômicos, o clima é bem mais maduro que o anime. Por este fato o melhor arco da série não foi adaptado para o anime. O que chamo de Saga de Enishi (porque sou dessas que dá nomes para sagas de acordo com meu bel prazer xD) trata exatamente da parte que mais nos interessa, o que fez Battousai mudar de vida e abandonar o título de retalhador? Para saber a resposta você vai precisar ler. xD


Por se tratar de uma era de guerra e muitos assassinatos não haveria como esse arco ser adaptado com o ar brincalhão do anime, por isso a solução foi fazer duas sequencias de OVA's. Ainda assim o arco foi pouco explorado, o mangá entrega muito mais informações e pequenas nuances nas características de cada personagem que quem apenas assistiu não conseguiu adquirir.


Além disso temos a presença de algumas personagens na animação que não existem no mangá, apesar de não adicionarem ou prejudicarem nada na história, logo que você começa assistir o anime cria uma grande interrogação na cabeça de quem leu. Eu mesma fui perguntar para a Keiko-chan (já que ela é a perita nesta obra, e também quem me emprestava o mangá), pois não me lembrava dessas personagens.
Essa harmonização foi fácil... Samurai X harmoniza com tudo aquilo que aquece o coração, ou seja, takoyaki, onigiri de salmão, chá verde gelado, pocky tradicional e melona sabor melão. 


Vale lembrar que apesar das diferenças ambas as obras valem apena serem lidas e assistidas.

Mata ne! o/



quinta-feira, 13 de abril de 2017

Anime Nostálgico - Serial Experiments Lain

Pense em um anime complexo, agora multiplique por 10.

Serial Experiments Lain foi lançado no Japão em 1998 e no Brasil ficou conhecido principalmente após a exibição nos falecidos Locomotion e Animax (por isso creio que por volta de 2000 - 2007, quando o Animax ainda se preocupava em passar anime).


A sinopse desse anime é bem difícil de explicar então eu colocarei a fonte do texto dela no final do post. [Serial Experiments Lain descreve a "Wired" como a soma das redes de comunicação humana, criada a partir dos serviços de telégrafo e telefone, e expandida com a internet e suas redes subsequentes. O anime assume que a Wired pode ser ligada a um sistema que permite a comunicação inconsciente entre pessoas e máquinas sem necessitar de uma interface física. A história nos introduz esse sistema com a Ressonância Schumann, uma propriedade do campo magnético da terra que teoricamente supera todas as barreiras de comunicações a longa distância. Se tal ligação fosse criada, a rede se tornaria equivalente à realidade num consenso geral das percepções e conhecimento. A tênue linha entre o real e o virtual começaria a sumir.




Eiri Masami é apresentado como sendo o diretor do projeto "Protocolo 7" (a próxima geração do protocolo de internet daquele tempo) da grande companhia de computação Tachibana Labs. Ele incluiu secretamente um código para se dar o controle da Wired através do sistema descrito acima. Ele então faz o upload de sua própria consciência na Wired e então morrendo na vida real alguns dias depois. Esses detalhes são revelados pela metade da série, mas esse é o ponto em que a história de Serial Experiments Lain começa. Masami mais tarde explica que Lain é o artefato pelo qual a barreira entre o mundo real e virtual irá cair, e que ele precisa que ela "abandone o corpo", como ele fez, para alcançar seu objetivo. Ao desenvolver da série, o vemos tentando convencê-la através de intervenções, usando promessas de amor incondicional, destino e, quando todas as tentativas falham, ameaças e força bruta.




Neste meio-tempo, o anime segue um complexo jogo de "esconde-esconde" entre os "Knights", hackers que Masami diz serem "crentes que permitem que ele seja um deus na Wired", e a Tachibana Labs, que tenta reaver o controle do Protocolo 7. No fim, o espectador vê Lain percebendo, depois de muita introspecção, que ela possui poder absoluto sobre a mente de todas as pessoas e até da própria realidade. Os diálogos entre diferentes versões de si mesma mostra o quão afastada do mundo real ela se sente, e seu medo de viver na Wired, onde ela detém as possibilidades e responsabilidades de uma deusa.]



Parece confuso? Porque é. Além de toda a bagunçada trama o anime tem traços grosseiros, que eu acredito que sejam propositais, para causar desconforto. Além disso, muitas cenas beiram o non-sense bizarro, mas tudo isso gera enormes questionamentos. Até onde tudo aquilo não se passa apenas na cabeça da pequena introvertida e isolada Lain? 



Falando a sério, eu acredito que quando assisti o anime (por volta dos meus 13/14 anos) não tinha maturidade e nem mesmo repertório o suficiente para entender o que estava se passando na tela do meu computador. Por esse motivo, agora mais velha revi a obra e entrei em choque... Eu ainda não tenho repertório suficiente para decidir se o anime se trata de uma viagem maluca pelo inexplorado mundo da internet, gerando críticas ao uso irresponsável e desenfreado do mesmo, se fala da depressão de uma pré-adolescente com problemas de socializar, ou se trata-se dos dois.



Claramente daqui a 10, 20 anos irei rever esse anime e encontrarei ainda mais questionamentos. A bem da verdade é que esse anime é incrível exatamente por sua atemporalidade. Os questionamento relizados em 1998 podem, e serão, estendidos por décadas a fio. Ainda mais se pararmos para notar que o hoje o VR é real. Essa história da linha tênue entre o real e o virtual é muito explorada em muitas obras da cultura pop em geral, por exemplo: Matrix.



Muitas pessoas com quem converso sobre esse anime descartam de primeira a possibilidade do anime falar sobre depressão durante a adolescência, mas em época de "13 Reasons Why", vale refletir, afinal o anime começa com uma das colegas de escola da Lain se suicidando para "upar" sua consciência para a Wired, ou seja, até onde toda essa história não se passa na confusa mente de uma garota em depressão, que teve uma colega vítima de suicídio?




Para a harmonização desse anime eu pensei muito, mas muito mesmo! E cheguei a conclusão que chá verde com gengibre, torradinhas com patê de gorgonzola e alho, bolo de banana com nozes e canela.


Você encontra Serial Experiments Lain:
Para download e online (google drive) aqui.


Mata ne! o/
Fonte da Sinopse:
https://pt.wikipedia.org/wiki/Serial_Experiments_Lain

terça-feira, 10 de maio de 2016

O Fim do Anitube? E agora?

Você clicou em alguma dica para ver online aqui no blog e se deparou com um link desativado?
Calma! A culpa não é minha... ^^


Aparentemente o Anitube foi repassado para investidores japoneses e o acesso ao site no Brasil foi bloqueado. Você pode ler um pouco mais aqui no OtakuPT que eles fizeram uma explicação bem telhadinha sobre os fatos.



Mas Hatsuki o que fazer agora? Onde vamos assistir todas as Dicas de Anime que você deu até agora?
Bom, ainda temos os links para download, e em alguns casos o mesmo link te dá a opção para assistir online. Não são todos? Infelizmente não são. Mas o blog Intoxicação Animentar fez uma ótima lista com opções para quem ainda não quer ter que baixar todos os episódios de Sailor Moon Clássico, por exemplo. A lista você vê aqui.


Agora o que nos resta é esperar que os demais sites não sejam fechados também.


Mata ne. o/